Menu da Rede

Como o imperialismo usa ONGs para desestabilizar inimigos

Mais um golpista

As mulheres serão ainda mais atacadas com Ricardo Nunes

Ricardo Nunes se destaca por ser abertamente contra o direito das mulheres. Foi eleito vereador em 2016 e fez parte da bancada religiosa, conhecida como “bancada da bíblia".

Ricardo Nunes, conservador, em uma celebração de cunho religioso. – Foto: Acervo pessoal de Ricardo Nunes

Vários setores da esquerda brasileira estão, neste exato momento, ocupados em chorar a morte do direitista Bruno Covas e publicar imerecidas notas de pesar diante do falecimento deste declarado inimigo dos trabalhadores e de todos os setores oprimidos da população. Entretanto, é de se esperar que a direita não perca muito tempo com chorumelas, até porque, para a maior parte dos direitistas, o golpista Covas não era nada além de um sócio na política de esfolar o povo para favorecer o lucro dos capitalistas. É bem provável que, diferentemente da pequena burguesia de esquerda (que é dada a sentimentalismos e afeiçoada a prantear a morte dos inimigos do povo), os sócios do falecido não estejam esperando nem mesmo o corpo esfriar para planejar a continuidade do esfolamento da população da cidade de São Paulo.

Uma peça importante na continuidade dessa política é o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), que deverá assumir o cargo de prefeito (com aparências, é claro, de pesar pela morte de seu antecessor) na mais importante cidade do país. Vejamos, portanto, um pouco acerca de quem é Ricardo Nunes.

O vice do  falecido prefeito “científico”, “civilizado” e “anti-Bolsonaro” de São Paulo é um bolsonarista assumido. Entre outras coisas, ele se destaca por ser abertamente contra o direito das mulheres. Foi eleito vereador em 2016 e fez parte da bancada religiosa, também conhecida como “bancada da bíblia”. Tem fortes ligações com os setores mais conservadores da igreja católica. O então vereador, membro do famigerado centrão, realizou mandatos marcados por ataques aos direitos das mulheres e, principalmente, levou à frente uma encarniçada campanha contra o direito de aborto.

No ano de 2018, ele combateu intensamente um projeto de lei que pretendia, como afirmava o texto da lei, garantir a “humanização do aborto legal”. Segundo ele, a aprovação do projeto não poderia ser permitida de modo algum.

Ainda sobre o ataque às mulheres, o emedebista que será em breve empossado é protagonista de um caso doméstico de agressões e injúrias contra sua própria ex-esposa. Também é acusado de não pagar a pensão alimentícia para sua própria filha. Embora esse talvez não seja um fato tão importante quanto os ataques realizados pelo bolsonarista às mulheres trabalhadoras de conjunto, é uma demonstração clara de que a direita não é dada a sentimentalismos e não se importa nem um pouco com as mulheres, nem mesmo as mulheres da burguesia.

Diante desse histórico que dá a Nunes o status de direitista de carteirinha, não há outra previsão a fazer: o resultado de sua política à frente da prefeitura de São Paulo será a intensificação do ataque à luta das mulheres. Não há tempo a perder com a choradeira barata por um inimigo de classe. É preciso organizar as mulheres e todos os oprimidos, para dar continuidade a luta, até que sejam derrubados Ricardo Nunes, João Doria, Bolsonaro e todos os golpistas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.