Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
DIDA44 BSB ARAGUAIA/CARTAZ- NACIONAL - O  deputado Jair Bolsonaro exibe um cartaz onde protesta contra a procura dos restos mortais dos guerrilheiros do Araguaia. Em seu gabinete no Congresso Nacional. 01/12/2004
Foto: DIDA SAMPAIO/AGENCIA ESTADO/AE
|

Ao contrário do que a imprensa golpista e seus candidatos falam por aí, Jair Bolsonaro tem provocado e ameaçado o povo brasileiro o suficiente para sofrer não só um, mas vários ataques por parte da classe trabalhadora, das mulheres, dos estudantes, dos movimentos sociais, dentre outros, em função de suas declarações de apologia à violência e de seu comprometimento de extinguir os direitos de sobrevivência da população.

Seguem alguns exemplos dos insultos que o candidato promove contra o povo brasileiro:

“O grande erro [da ditadura militar] foi torturar e não matar”.

“Eu sou a favor da tortura. O pau de arara funciona. Não há a menor dúvida [de que eu fecharia o Congresso Nacional se fosse Presidente], daria golpe no mesmo dia. Através do voto você não vai mudar nada neste país. Você só vai mudar se nós partimos para uma guerra civil. E fazendo o trabalho que o regime militar não fez, matando uns 30 mil. Se vão morrer alguns inocentes, tudo bem”

https://www.youtube.com/watch?v=-fMdCwlwg8E

“Perderam em 64, perderam agora em 2016. Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff. Pelo Exército de Caxias. Pelas Forças Armadas. O meu voto é sim [pelo impeachment da presidenta eleita].”

https://www.youtube.com/watch?v=54KUDU-u1P0

“O governo [2009] está preparando uma equipe agora pelo Araguaia, para buscar os ossos dos marginais que combateram o regime militar. Por que, quem pediu que os militares assumissem? Foi a Igreja Católica, foram as mulheres de verdade daquela época, porque hoje as mulheres não são de verdade como naquela época, a classe empresarial, e, mais do que isto, a imprensa de forma unânime pediu. Esperamos que os militares assumam novamente este país, em nome da autoridade, do respeito e da família. Então esse pessoal vai no Araguaia agora simplesmente buscar ossos. Não existem mais ossos. Quem morreu e foi enterrado em cova rasa, os porcos comeram os ossos.”

“Jamais estupraria você, porque você não merece. Dá que eu te dou outra. Vagabunda.”

“O afrodescendente mais leve lá [no quilombo visitado] pesava sete arrobas. Não fazem nada. Nem pra procriar eles servem mais.”

https://www.youtube.com/watch?v=3AEc7mWucVQ

“A minha continência à bandeira americana. USA,USA! Eu vou dar carta branca pro policial matar. O trabalhador vai ter que decidir, menos direitos e emprego, ou todos os direitos e desemprego.”

“Somos um país cristão, Deus acima de tudo. Não existe essa história de estado laico não, é estado cristão. Vamos fazer o Brasil para as maiorias. As minorias têm que se curvar às maiorias. As minorias se adequam ou simplesmente desapareçam.”

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas