Ataque isralelense em Gaza
Nem mesmo a pandemia do novo coronavírus parece estabelecer uma trégua nas ambições sionistas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
epa04320289 Israeli Markava tanks heading toward the Israeli Gaza border, 18 July 2014. The Israeli military launched a ground operation overnight in the Gaza Strip, following the failure of ceasefire efforts after a 10-day air campaign.  EPA/STR
Atividade militar isralense contra os palestinos | Reprodução
Na noite desta segunda-feira, 5, o regime israelense lançou novos ataques à faixa de Gaza. Sob o comando do governo Netanyahu, a artilharia disparou contra a cidade de Rafah, localizada no sul da Faixa de Gaza sitiada. De acordo com a mídia palestina, ocorreram grandes explosões no leste da cidade de Rafah, como resultado de ataques de artilharia do regime israelense.

Por parte do exército israelense, foi confirmada a ofensiva. Segundo eles, o ataque foi uma resposta aos lançamentos de balões incendiários das áreas de fronteira do enclave palestino em direção aos territórios ocupados por Israel. Israel, porém, frequentemente lança ataques a Gaza, sob todos os tipos de pretextos.

Ao que parece, o regime israelense não pretende parar com as agressões, mesmo após diversos países e organizações de direitos humanos denunciam o bloqueio e as constantes agressões do regime de Tel Aviv contra o enclave costeiro palestino. Nem mesmo a pandemia do novo coronavírus parece estabelecer uma trégua nas ambições sionistas; muito pelo contrário, os ataques têm aumentado com a pandemia, o que dificulta qualquer atividade humanitária em Gaza.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas