Menu da Rede

Nordeste saiu às ruas pelo fora Bolsonaro

De direita e pró-imperialista

Ciro Gomes, cruzamento de FHC com Bolsonaro

Dono do PDT tem a retórica fascista de Bolsonaro e a prática neoliberal de Fernando Henrique

Coronel golpista e seu partido são tão inimigos da esquerda como o PSDB ou a extrema-direita bolsonarista – Foto: Murilo Silva/CAPOL

Publicidade

O abutre vigarista Ciro Gomes vem tirando cada vez mais a sua máscara de progressista e revelando sua verdadeira face: a de um facínora da direita golpista e pró-imperialista.

Após a tentativa fracassada do imperialismo de realizar uma “revolução colorida” na ilha, o cacique do PDT chamou Cuba de “ditadura” e comparou o regime político de orientação socialista ao fascismo e ao nazismo.

Trata-se de uma distorção completa da realidade cubana, típica da mais baixa propaganda anticomunista. Para fingir isenção, o coronel cearense critica o bloqueio econômico dos EUA. Mas sabemos que a “crítica” aos norte-americanos não passa de pura fachada. O próprio Ciro Gomes ajoelhou-se e rasgou elogios a Joe Biden logo após ser eleito presidente do País.

A comparação do Estado Operário cubano ao nazismo é típica verborragia fascista, utilizada pela extrema-direita nacional que diz que o nazismo era de esquerda. Ao chamar Cuba de ditadura, Gomes alinha-se uma vez mais com Bolsonaro.

De fato, a retórica do ex-membro do PDS (sucessor da ARENA) é quase idêntica à de Bolsonaro e tem utilizado os mesmos métodos discursivos do presidente fascista: uma demagogia anticomunista extremamente rasa. Basta vez o que ele tem falado há alguns anos do PT, do ex-presidente Lula, da ex-presidenta Dilma, de Gleisi Hoffmann e dos blogs e sítios progressistas.

O discurso moralista conservador já é uma marca de Ciro Gomes, cuja principal alvo é a esquerda petista. Trabalha claramente contra a candidatura de Lula, muito mais do que contra a de Bolsonaro, demonstrando assim que a chamada “terceira via” é um mecanismo utilizado pela burguesia para sabotar, sobretudo, a campanha por Lula presidente, muito menos do que por Bolsonaro presidente.

E, como instrumento da burguesia em sua tentativa de emplacar uma terceira via através de uma frente ampla fajuta, Ciro Gomes apresenta-se aos capitalistas e ao imperialismo como um servo integral de seus interesses.

Aí reside a sua semelhança com Fernando Henrique Cardoso, com quem coabitou no PSDB quando FHC iniciou a total destruição da economia nacional quando se elegeu presidente da República.

Apesar de uma frágil fachada pseudonacionalista, Gomes já deixou muito claro para os bons entendedores de política que, caso assuma o governo, irá entregar o País aos grandes capitalistas internacionais.

Declarou-se publicamente, quando candidato em 2018, favorável à privatização das telecomunicações. Na mesma campanha presidencial, seu assessor econômico disse que um eventual governo do pedetista privatizaria 77 estatais. É longa a sua carreira de funcionário das grandes multinacionais, desde pelo menos sua aliança com Tasso Jereissati ainda nos anos 1980, logo após sua incursão na vida política institucional.

Tanto é assim que, agora, com a manobra da burguesia para impor uma terceira via, Ciro Gomes está novamente alinhado de modo integral com essa campanha espúria. Ele e o partido do qual é dono trabalham a plenos pulmões para que o PSDB se apresente como o partido contra Bolsonaro, tanto na tentativa de infiltração nos atos da esquerda como no jogo parlamentar e propagandístico por meio da imprensa golpista.

Ciro Gomes e sua legenda de aluguel, o PDT, não merecem a mínima confiança da esquerda. Demonstram a cada dia que são inimigos dos trabalhadores e aliados da direita golpista, fascista e imperialista.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.