HAMBURGUER CE1920
SHARE

Bloco Vermelho conquistou as ruas do Rio de Janeiro

Organização democrática

Bloco Vermelho realizou plenárias no RJ, MG e Centro-Oeste

As manifestações precisam de uma organização democrática e vermelha

Manifestação com a presença vermelha da CUT – Foto: Reprodução

Publicidade

No último final de semana, foram realizadas plenárias de organização dos atos vermelhos. Essas atividades ocorreram em mais de trinta locais no Brasil e em regiões do mundo onde o Partido da Causa Operária é organizado. Elas trataram principalmente da participação de todos os setores da esquerda nos blocos vermelhos das manifestações no intuito de promover uma política independente da direita, contrapondo-se ao verde-amarelo e as iniciativas da direita e setores da esquerda, de introduzirem elementos como o PSDB nos atos. As plenárias do Rio de Janeiro, Minas Gerais e do Distrito Federal, por exemplo, contaram com pessoas de todas as organizações da esquerda, mostrando o exemplo do que foi realizado em todo o país.

Em Minas Gerais, a plenária do Bloco vermelho foi realizada em Belo Horizonte, no coletivo CENARAB que trata das questões da luta do povo negro. O coletivo, já amigo do partido de longa data, cedeu o local para a organização do encontro que contou com uma série de setores da esquerda, principalmente as diferentes alas do PT. A discussão deixou claro a intenção de todos os setores em participarem da luta vermelha, repudiando a direita nas manifestações. Um comentário interessante foi a fala de alguns companheiros que diziam sobre a importância do crescimento do partido no estado, colocando o PCO como um dos partidos fundamentais para a luta da esquerda.

Já no Rio de Janeiro, a plenária foi realizada na Quadra Unidos do Jacarezinho, no Bairro Jacarezinho, local da chacina da população pela polícia, que ficou notória na esquerda. Desde o ocorrido, o partido tem realizado atividades de panfletagem, colagem de cartazes e organização da comunidade, principalmente o setor das mães cujos filhos foram mortos pela polícia. Isso ocasionou uma discussão muito proveitosa, com a participação de cerca de três dezenas de pessoas. As pessoas presentes mostraram-se muito interessadas na participação dos blocos vermelhos unificados com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), como foi determinado na última reunião nacional da Central Sindical. Outra questão interessante foi a disposição dos companheiros da escola de samba em realizar um trabalho conjunto, promovendo a bateria Zumbi dos Palmares, recentemente montada na cidade fluminense. 

Por último, foram realizadas duas plenárias no Distrito Federal, uma pelo setor da juventude e outra pelos setores sindicais do Partido. A plenária da juventude, realizada no Setor comercial sul, contou com a presença de setores do movimento estudantil, conjuntamente com o Café Popular Bolchevique, o coletivo de pessoas em situação de rua organizado pela juventude do partido. 

Já a plenária do setor sindical do PCO em Brasília, foi realizada na praça Zumbi dos Palmares e contou com cerca de três dezenas de pessoas. Esse setor do trabalho partidário, levou uma série de setores do trabalho sindical, como os bancários, por exemplo. Em ambas as plenárias, houve a presença de pessoas de uma série de partidos políticos, como o Partido dos Trabalhadores (PT), o PSOL e setores do PCdoB, além de militantes independentes do movimento. 

A discussão nessas plenárias mostraram, principalmente, a solidariedade das bases desses setores da esquerda em relação ao partido devido aos ataques da esquerda e da direita relativos ao conflito realizado entre o PCO e o PSDB no ato em São Paulo. Esse conflito ganhou grande notoriedade na imprensa burguesa e em setores da imprensa alternativa. A oposição da política de setores das lideranças de esquerda e das suas bases, nesse sentido, foi notória. Enquanto uma parte se opunha ao conflito com o PSDB, outra parte ovacionou o fato de os tucanos terem sido expulsos dos atos que são naturalmente da esquerda. 

Essas questões mostram a intensa polarização política dentro da própria esquerda, um elemento que prova a radicalização da população geral. Essa radicalização, por si só, tende a produzir movimentos que derrubem o próprio governo Bolsonaro. Devido a essas importância central da situação politica, portanto, a realização dessas plenárias tem um motivo central: a organização da esquerda de luta em movimentos vermelhos de maneira democrática, quer dizer, de uma forma que todo o setor mais avançado da esquerda tenha condições de se colocar como uma liderança local no sentido da estruturação das manifestações. É preciso dizer que a estrutura, a organização das manifestações, é o elemento fundamental da força delas. Por isso, nós do PCO chamamos todos os setores da esquerda a se organizarem através das plenárias e dos blocos vermelhos nos atos, em especial, na manifestação do dia 24.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.