Menu da Rede

Apesar de todo o aparato, direita é residual nos atos

Congresso impotente

A nulidade da CPI diante dos militares

Parlamentares mal conseguem fazer cócegas em Bolsonaro

Bolsonaro tem total apoio dos generais fascistas – Foto: Reprodução

Publicidade

Semana passada os chefes das Forças Armadas e o ministro da Defesa, Gal. Braga Netto, publicaram uma nota contra o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM). O Presidente do Clube Militar, Gal. Eduardo José Barbosa, também repercutiu a nota e subiu o tom atacando o Parlamento e o STF. Segundo os militares, a CPI é um “Circo Parlamentar de Indecência”. Deixaram claro que eles são o principal pilar que sustenta Bolsonaro e são a força mais poderosa dentre os Poderes da República.

A CPI nunca passou de um teatro para desgastar Bolsonaro para 2022 e tentar projetar outro nome da direita para as próximas eleições, por isso seus limites foram muito bem delimitados pelos militares: qualquer coisa que jogue na lama o nome dos generais ou do próprio presidente não será tolerada. Ao contrário de enquadrar Bolsonaro, a CPI está sendo enquadrada por ele. Desde o golpe contra a  ex-presidenta Dilma Rousseff, os militares intervieram diversas vezes ameaçando as demais instituições políticas. Quando o judiciário ou o legislativo foram pressionados pelas ações populares, os generais intervieram para colocar a política golpista no seu eixo novamente. Basta lembrar da ameaça do Gal. Villas Boas ao STF quando o órgão votava a possibilidade de Lula de participar das eleições.

As Forças Armadas são a última linha de defesa de Bolsonaro e dos interesses imperialistas no Brasil. Caso o centrão ameace uma manobra jurídica contra o presidente as FFAA não hesitarão em intervir, inclusive por meio de um golpe militar para impedir que a política saia de controle.

Agora com a CPI, nem sequer cócegas fazem contra Bolsonaro. Qualquer tentativa de comprometê-lo ou ameaça real de derrubá-lo para colocar outro elemento sem o aval dos militares será impedida com brutalidade.

Mesmo assim a esquerda insiste em acreditar no “superpedido” de impeachment, que foi imediatamente engavetado por Artur Lira, ou outras manobras institucionais. Alianças com a direita, que pariu Bolsonaro e tem como única arma as inúteis instituições, também não levarão a esquerda muito longe por mais que esta goste de acreditar nisso.

Para derrubar Bolsonaro e bater de frente com as Forças Armadas, a esquerda precisa fortalecer o movimento nas ruas. Quanto mais crescerem as manifestações e quanto mais forte ficarem as organizações operárias ─ sindicatos, partidos de esquerda, organizações estudantis e de juventude ─, mais fácil será de pressionar o governo e os militares com força bruta, a única linguagem que entendem.

Nem as instituições, nem as eleições de 2022, sem uma forte pressão popular, podem derrotar Bolsonaro e os golpistas, pois os militares estão a postos para defender os interesses imperialistas custe o que custar. Por isso, é preciso combater fogo com fogo, as forças opressoras da burguesia com as forças libertadores dos trabalhadores. Todos às ruas no dia 24 de julho por Fora Bolsonaro e todos os golpistas, Lula presidente e por um governo dos trabalhadores.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.