Guerra declarada?
Embora a situação ainda não esteja completamente resolvida, o governo turco considera a acusação “absolutamente falsa”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
h_56172664
Militares dispostos à defender o país | Reprodução

Embora a situação ainda não esteja completamente resolvida, o governo turco considera a acusação “absolutamente falsa” enquanto o governo armênio acusa a Turquia de abater um de seus aviões militares em seu espaço aéreo.

Através de uma porta-voz do Ministério da Defesa da Armênia, nesta terça-feira, 29, o governo veio a público para dizer que um de seus caças Sukhoi Su-25 foi abatido por um F-16 da força aérea turca durante missão militar. O incidente, todavia, se deu no terceiro dia de intensos combates com o Azerbaijão no Região de Nagorno Karabakh.

“Uma aeronave da Força Aérea Armênia, um Su-25, foi abatida por um caça a jato turco F-16”, relatou Shushan Stepanyan, porta-voz militar armênia, no Facebook.

Após afirmar que o piloto armênio morreu “heroicamente”, Stepanyan explicou que o F-16 turco “decolou de um aeroporto na cidade azerbaijana de Ganja e apoiou a aviação azerbaijana e os drones que bombardearam vilas civis armênias em Vardenis, Mets Masrik e Sotk”.

O governo russo, por sua vez, interveio na situação e pediu à Turquia que se abstivesse de “colocar lenha na fogueira” e trabalhasse pela paz na região.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas