Argentina refém do FMI: Macri anuncia novos ataques ao povo argentino

macri

Da redação – O presidente golpista da Argentina, Maurício Macri, anunciou, nesta segunda-feira (3), uma série de medidas do pacote neoliberal para endurecer ainda mais os ataques do governo contra a classe trabalhadora argentina.

Em acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), Macri pretende cortas gastos sociais em mais de 100 bilhões de pesos, liquidar o número de ministérios de seu governo para menos da metade e estabelecer um imposto sobre as exportações do país.

Todo esse chamado pacote de ataques se sustenta na ideia difundida pela burguesia, por meio da imprensa, de que a crise pela qual passa a Argentina torna necessárias todas as medidas que logo mais entrarão em vigor.

O governo golpista fará justamente aquilo que os especuladores internacionais querem que seja levado adiante, algo que aumentará ainda mais a miséria a que está sendo condenada a classe trabalhadora argentina pela crise capitalista.