Argentina de joelhos: missão do FMI aprova revisão de acordo com previsão de mais “ajuste fiscal”

fmi

Da redação – Nesta segunda-feira (18), uma missão do FMI aprovou a 3ª revisão do acordo de empréstimo para a Argentina. A revisão precisa ainda ser aprovada pela diretoria do fundo. O comunicado publicado pelo chefe da missão, Roberto Cardarelli, afirma que a Argentina terá “acesso a US$ 11 bilhões”. No entanto, o “empréstimo” vem acompanhado, como sempre, de uma série de exigências. O FMI busca impor à Argentina a chamada política de “austeridade”, com mais cortes de gastos sociais e saque do patrimônio público. Ao pegar esse empréstimo, o neoliberal Mauricio Macri atenta contra a soberania nacional argentina. Trata-se de um lacaio do imperialismo sabotando seu próprio país, a exemplo de todos os políticos de direita da região.