Argentina de joelhos: Macri pede US$3 bilhões ao FMI

naom_5a1df93481954

O governo golpista da Argentina de Mauricio Macri pediu, essa semana, uma ajuda de UU$3 bilhões par o Fundo Monetário Internacional, o FMI. O Fundo é uma instituição financeira organizada pelos países imperialistas do globo para explorar os países mais pobres, como é o caso da Argentina, do Brasil e de outros países. Por meio dos empréstimos e dos altíssimos juros cobrados, o FMI mantém a economia dos países atrasados refém dos interesses dos grandes capitalistas e banqueiros internacionais.

Há dois meses o FMI á havia repassado cerca de UU$15 bilhões a Argentina, segundo o acordo estabelecido, até 2020, UU$ 50 bilhões serão liberados pelo Fundo Monetário ao país da América do Sul. O empréstimo e a submissão cada vez maior da Argentina aos banqueiros estrangeiros é uma consequência direta da política da direita golpista, representada na figura do presidente Mauricio Macri.

É necessário deixar claro que quem irá pagar a conta dessa submissão é classe trabalhadora e a população argentina, que está tendo e terá ainda mais seus direitos cortados, aprofundando a situação de pobreza e miséria.