Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
MBS
|

Nesta quinta-feira (25/10), um procurador da Arábia Saudita revelou que o assassinato do saudita, jornalista do Washington Post, na embaixada do país árabe em Istambul (Turquia), foi “premeditado”, o que entra em conflito com a declaração anterior do país que havia revelado que o jornalista morrera após uma “briga corporal” no estabelecimento.

Após as provas apresentadas pela Turquia, o procurador-geral Saud al-Mojeb admitiu à “Saudi Press”. O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, havia dado, ontem (24/10), a mesma informação, de que o o jornalista havia sido assassinado, e que era um crime política planejado por dias pelas autoridades sauditas.

As pressões contra o príncipe saudita, Mohammed Bin Salman, estão aumentando. O príncipe está levando adiante um programa de desenvolvimento capitalista no país, que não está agradando seu histórico mandante, os Estados Unidos, por isso a pressão do imperialismo contra o país está grande.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas