PM baiana invade comitê do deputado Valmir Assunção para proibir campanha pela liberdade de Lula

Na tarde do dia 28 de setembro, oficiais de justiça junto com policiais militares invadiram a sede do comitê de campanha eleitoral do deputado federal Valmir Assunção na cidade de Itamaraju, no Extremo Sul da Bahia, e roubaram todo material de campanha do deputado petista.

A ação comandada pelos golpistas e Tribunal Regional Eleitoral da Bahia visava retirar todo o material de campanha eleitoral em que havia o nome de Lula, como santinhos, pirulitos, adesivos e cartazes.

Valmir Assunção é deputado federal pelo PT e uma importante liderança dos trabalhadores sem-terra e do MST. O roubo do material de campanha do candidato serve para favorecer a direita que quer tomar o PT na Bahia.

O argumento dos golpistas é que Lula não é mais candidato e o roubou de materiais de campanha do PT ocorreu em vários estados do país e revela a ditadura dos golpistas que está tomando conta do país e contra os trabalhadores.

Não é uma ação isolada e que deve ser amplamente denunciada. Essa ditadura do judiciário golpista já vem atacando principalmente o PT e a principal liderança dos trabalhadores, perseguindo, prendendo e impedindo a candidatura de Lula. E essa ditadura não vai parar por aí.

A ditadura do judiciário transformou as eleições numa fraude. Há a perseguição contra o PT, a proibição de falar em Lula, roubo de materiais de campanha e proibição da candidatura de Lula. É preciso lutar contra os golpistas e pela liberdade de Lula.