Siga o DCO nas redes sociais

Aposentados de São Paulo fazem protesto na avenida Paulista

Aproveitando o Carnaval, aposentados paulistanos levaram macas, cadeiras de rodas e réplicas de caixões para a avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra a reforma da Previdência, que atingirá em cheio inclusive os que já estão aposentados. Pois dentre os inúmeros ataques, o fim da Previdência fará que o valor das pensões deixe de ser integral, sendo reduzido à metade, acrescido de 10% por dependente, valendo para os setores público e privado.

O ataque àqueles que já se encontram aposentados, fará que, quem já recebe o benefício fique sem direito a ganhos reais. Além disso, não será mais possível acumular pensão e aposentadoria e, neste caso, o segurado terá que optar pelo benefício de maior valor.

Apesar do ato ter sido organizado pelos golpistas da Força Sindical, que apoiaram integralmente o golpe contra o governo petista e contra o povo, tal manifestação representa a grande pressão que os inúmeros setores golpistas estão sofrendo da população contra a reforma golpista da Previdência.

A manifestação de ontem contou com a participação de cerca de 2.000 pessoas, segundo os sindicatos que organizaram o evento.

A passeata ocorreu da praça Oswaldo Cruz até o vão-livre do Masp, com direito a samba-enredo, carro alegórico e duas passistas e suas alas representavam os problemas dos aposentados, como custo de vida e acesso à saúde, e as suas reivindicações, como isenção de Imposto de Renda para a categoria e a verdade sobre as contas da Previdência, que como muitos especialistas já cansaram de mostrar são superavitárias.