Após um mês fechado, restaurante da UFPE abre apenas para uma parcela dos estudantes

7558750_x720

O Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal de Pernanbuco, estava fechado a pouco mais que um mês, e nesse meio tempo não atendeu o grande contigente de estudantes que dependia do mesmo, para garantir a permanência integral na universidade.

Após esse período parado, onde houve troca da empresa prestadora de serviços à universidade, assim havendo o retorno nessa segunda-feira (22), mas não como esperado pelos estudantes. O funcionamento foi restabelecido, mas apenas para uma parcela de estudantes, segundo fora afirmado, somente os estudantes que possuem isenção total puderam usufruir do restaurante.

Fato é, que os auxílios concedidos pela universidade como a isenção do RU, sempre passam por uma enorme burocracia, que sumariamente exclui os estudantes de terem acesso a essa assistência, por não comprovarem segundo os termos do departamento, a sua necessidade para tal solicitação.

O RU tem extrema importância para o estudante, uma vez que é fundamental para a permanência desse estudante durante todo o seu período na instituição. Sendo assim, é preciso levar em consideração que os estudantes estudam nos mais diversificados turnos, e o restaurante é o meio de subsidiar as refeições enquanto os mesmos permanecem na universidade, e isso se deve dar da maneira mais acessível e irrestrita possível.

Restringir o acesso dos estudantes ao RU, tem uma representação muito clara, e isto se dá como um ataque contra os estudantes, e que em suma representa uma verdadeira expulsão dos estudantes de baixa renda do espaço universitário. Essa precarização dos mais diversos setores dentro da universidade, faz parte da agenda neoliberal do governo golpista, que quer destruir o ensino público no país e entregar nas mãos dos capitalistas do setor privado.