Aumento da repressão
Serão contratados dois mil soldados para a Polícia Militar e 400 soldados para o corpo de bombeiros
Ratinho Jr. e Bolsonaro. Foto, Rodrigo Felix Leal - ANPr
Ratinho Jr. e Bolsonaro. Foto: Rodrigo Felix Leal/ANPr |

No dia 3 de março, terça-feira, foi assinado o contrato com a Fundação da Universidade Paranaense (Funpar) que fará um concurso para contratar 2.400 militares para o Paraná, sendo 2 mil para a polícia militar e 400 para o corpo de bombeiros.

Com a tradicional demagogia da direita, o governador do Paraná, Ratinho Jr. (PSD), elogiou a iniciativa dizendo que as ações estratégicas para a segurança pública são necessárias.

A Universidade Federal do Paraná tem experiência e fará um concurso rigoroso para que a gente possa atrair os melhores profissionais para a Polícia Militar”, declarou o governador.

É importante observar que, no final de 2019, a reforma da Previdência estadual foi aprovada no Paraná. No final, a previdência pública foi destruída, dinheiro foi retirado dos servidores públicos e agora o estado está fazendo investimento em repressão.

Isso só demonstra que a afirmação de que “é preciso fazer a reforma pois o Brasil precisa de dinheiro” é uma completa aberração. Além da privatização do país, a tendência é que a repressão se intensifique fortemente para tentar conter a classe trabalhadora que está sendo esmagada no país inteiro por conta dos governos fascistas espalhados pelos país.

É preciso organizar e mobilizar o povo nas ruas e chamar o fora Bolsonaro e toda sua corja de golpistas, os quais trabalham para a destruição dos direitos do povo.

Relacionadas