Fora todos os golpistas!
Os índices preocupantes deixam claro que a reabertura da economia serve não aos interesses da classe trabalhadora, mas sim aos interesses dos capitalistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Manaus 06/05/2020 - Cenas dos leitos semi intensivos do hospital Platão Araujo sob responsabilidade do Governo de Manaus. Foto Jonne Roriz/Veja
Leitos de UTI lotados e cadáver envolto em plástico em um dos leitos | Foto: Jonne Roriz

Na manhã de ontem (3) o secretário de saúde do município de Salvador, Léo Prates, afirmou em entrevista que, apesar de a taxa de ocupação dos leitos em Salvador terem saltado para 75% após a primeira fase da reabertura do comércio, a segunda fase ainda está mantida.

A insistência pela retomada das atividades a qualquer custo, mesmo com números tão alarmantes e a população em uma situação bastante frágil em meio à pandemia, deixa claro que a reabertura da economia serve não aos interesses da classe trabalhadora, mas sim aos interesses dos capitalistas.

Pelas declarações do secretário a meta para o avanço da reabertura seria ter cinco dias com índices de ocupação de leitos abaixo dos 70%, o que já é um absurdo, ter apenas 30% dos leitos disponíveis com toda a população trabalhadora exposta ao vírus por conta da reabertura. Não bastasse isso a prefeitura de Salvador tem comemorado que em sete dias esteve por dois dias abaixo dos 70%, sendo que a menor taxa foi um alarmante 68%.

É importante destacar que, após a primeira fase de reabertura do comércio, os índices de contaminação e morte da população tem aumentado em diversas cidades, inclusive em Salvador. Isto porque a medida não garante nenhuma proteção aos trabalhadores e à população que sequer são testados ou recebem equipamentos de proteção, o que tem feito com que os números já espantosos, que colocam o Brasil entre os piores países na pandemia, sejam ainda maiores.

A reabertura, portanto, não indica, como quer fazer parecer a burguesia, que as coisas estão voltando ao normal, longe disso: o povo está morrendo cada dia mais, vítima do vírus que trabalha de mãos dadas com a política genocida de deixar a população morrer sem qualquer medida para salvar estas pessoas e barrar efetivamente o avanço da pandemia.

O desespero para reabertura da economia significa na verdade que a burguesia não pode mais sustentar a demagogia do “fique em casa”, que sempre foi uma farsa porque a maioria da população, principalmente a trabalhadora, não podia ficar em casa e absolutamente nada de eficaz foi feito em defesa da população atingida pela pandemia.

Essa mesma burguesia, que chegou a ser defendida por setores da esquerda por serem “científicos” por supostamente defenderem o isolamento social, como é o caso do governo municipal de Salvador que é comandado pela direita através do DEM; agora se dispõe a abertamente colocar a classe trabalhadora na linha de frente do vírus para se salvar da crise capitalista, mesmo que custe a vida dos trabalhadores.

O raciocínio é o mesmo que Bolsonaro expôs há algumas semanas: a população vai morrer de qualquer forma, isto obviamento porque nada é feito para evitar estas mortes já que os recursos que deveriam estar sendo usados com o povo está sendo dado para os capitalistas, então que morram trabalhando para salvar seus patrões.

É preciso exigir o fim da reabertura econômica, um isolamento social eficaz para todos, com toda a assistência necessária e proteção máxima para quem se mantiver trabalhando nos serviços essenciais; bem como exigir medidas verdadeiras de combate à pandemia, desde distribuição de EPI’s e testagem em massa, até a construção de hospitais e desenvolvimento de vacinas.

Isto por sua vez só é possível com a mobilização da classe trabalhadora e demais setores da população que também são afetados por essa política genocida para impor que todos esses interesses e necessidades sejam atendidos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas