Após golpe, desigualdade cresceu em todos os trimestres

17/07/2019 Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul

Da redação – A Fundação Getúlio Vargas Social lançou “uma pesquisa sobre a evolução da distribuição de renda brasileira com dados até junho de 2019”, segundo o jornal Brasil 247. Segundo as informações divulgadas pelo jornal, “nos últimos quatro anos, após o golpe contra Dilma Rousseff, em 2016, a desigualdade brasileira subiu todos os trimestres. A renda do trabalho da metade mais pobre caiu 18,1% em termos reais e a dos 1% mais rico aumentou 9,5%.”

Vale lembrar que o país, segundo a própria ONU, está voltando para o mapa da fome, que a inflação cresceu mais para famílias de baixa renda, aumentou a pobreza e a extrema-pobreza, e assim por diante.

Isso é culpa da política neoliberal de Bolsonaro e Paulo Guedes e ressalta a necessidade de derrubar o governo ilegítimo. Deram o golpe justamente para atacar os trabalhadores, por isso é preciso derrotá-lo, colocar Bolsonaro para fora do Palácio do Planalto e exigir novas eleições com Lula candidato.