Fiscalização não ajudou
Após fiscalização do Ibama, Terra Indígena tem pico de incêndios no MT
A fiscalização de terras por parte do Ibama e da Polícia Federal golpista não irá impedir a floresta de queimar, somente a derrubada de Bolsonaro poderá salvar a Amazônia
amazonia
Fiscalização não ajudou
Após fiscalização do Ibama, Terra Indígena tem pico de incêndios no MT
A fiscalização de terras por parte do Ibama e da Polícia Federal golpista não irá impedir a floresta de queimar, somente a derrubada de Bolsonaro poderá salvar a Amazônia
Floresta continua a queimar
amazonia
Floresta continua a queimar

Três dias após uma operação do Ibama e da Polícia Federal para tentar identificar os responsáveis pelos incêndios no território indígena de Areões (MT), território ocupado por 1500 indígenas da etnia xavante, o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe) registrou 46 focos de incêndio na região.

Fica claro que os responsáveis pelos incêndios não se sentiram afugentados pela operação, muito por conta de saber que quem vai preso no Brasil são os pobres, e não os grandes latifundiários que tem interesse de tomar as terras indígenas.

As florestas não vão parar de queimar com mais fiscalização. A única maneira de impedir a destruição da floresta, bem como proteger os povos indígenas e garantir a demarcação de suas terras é a derrubada do governo fascista de Bolsonaro, eleito por meio de um golpe de estado e com a clara intenção de entregar tudo o que é do povo.