Infiltração direitista
Qual seria a vantagem, o ganho para as organizadas, os antifas e a esquerda, alvos prioritários, marcados como inimigos do regime, em se aliar com a esquerda e a direita golpistas?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
90d7bb39-2204-40d6-96b4-8aabd29860e9-1-1-1-e1594590294511_1
Danilo Pássaro em Showmissa na Praça da Sé | Foto: Reprodução

No próximo domingo (26) serão 9 fins de semana de atos pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas. Dois meses que no Paraná, como em São Paulo, os militantes do PCO, junto com as torcidas organizadas e antifascistas, foram às ruas para expulsar a extrema direita bolsonarista.

O impacto desta iniciativa de retomada das mobilizações, impulsionada pelo PCO e executada pelos militantes e pelas torcidas organizadas e antifascistas, fez com que a extrema direita recuasse da posição que tinha conquistado e passasse a sofrer oposição direta nas ruas.

Ou seja, os atos mostraram na prática qual era a política correta a seguir diante da crise capitalista e do coronavírus. A disposição radical dos companheiros que expulsaram a extrema direita desmoralizou irreversivelmente a política da esquerda do “#ficaemcasa” e denunciou toda a omissão das direções, que se acovardaram diante do genocídio da população promovido pelos golpistas.

Para conter essa radicalização, os setores da esquerda que até então defendiam com unhas e dentes a política do “#ficaemcasa”, entraram em campo. Isto ficou escancarado em São Paulo, onde Guilherme Boulos (PSOL) apareceu para tirar o ato da Av. Paulista e levá-lo para o Largo da Batata, cedendo o espaço central da cidade para a extrema direita bolsonarista. O mesmo Boulos, que disse certa vez em Curitiba, que “fascismo não se discute, se destroi” mudou para “com fascismo se convive e se faz acordo”.

A comprovação da participação de Boulos se deu por 2 aspectos óbvios. Em primeiro lugar porque quem assinou o acordo para dividir a Paulista com os fascistas foi o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), do qual Boulos é dirigente. Em segundo lugar, porque o até então desconhecido Danilo Pássaro, coordenador do grupo “Somos Democracia”, apareceu de repente como um grande líder, lançado a tal posto por ninguém menos do que a Folha de S. Paulo.

Foi assim que Danilo Pássaro, do “Somos Democracia”, entrou em cena para pintar de amarelo, azul e verde os atos e transformá-los, de mobilizações combativas, em atos esvaziados, sem as torcidas e que ao invés de se opor aos fascistas, passaram a conviver com eles. Isto ficou escancarado no fato do ato do dia 31/05 os torcedores terem saído de preto para expulsar os amarelos. Totalmente o contrário dos “atos de Pássaro”, onde os ditos “torcedores” foram de amarelo para ameaçar de expulsar e agredir os vermelhos (PCO, PT, MST, Comitês de Luta).

https://www.youtube.com/watch?v=1SK_gR7MYuE

“Tchutchuca” com a extrema direita, “tigrão” com a esquerda combativa, revolucionária.

Como se não bastasse as ameaças, Pássaro protagonizou um episódio ultra reacionário, de caráter bolsonarista, contra o cro Henrique Áreas, da direção nacional do PCO. Juntou alguns caras e armou uma emboscada para o cro Henrique, esperando-o às dez horas da noite na saída do seu trabalho na COTV. Isto pelo dirigente do PCO ter publicado uma matéria no Diário Causa Operária Online (DCO) denunciando a postura direitista e subserviente de Pássaro devido ao “abaixa a bandeira” e às ameaças aos militantes do Partido. A “conversa” de Pássaro foi pacífica porque outros 30 militantes do PCO foram até o local para encaminhar Pássaro para casa e denunciar que quem busca o diálogo não age com esses métodos tipicamente fascistas.

Bem, é após essa trajetória grotesca de serviços prestados à direita golpista, frente amplista, que embarcou na campanha do verde e amarelo, como Folha de S. Paulo, Globo e afins, que o tal “Somos Democracia” chega ao Paraná, vejam que coincidência, chamando seu 1º ato para o mesmo local e horário do 9º ato chamado pelos Comitês de Luta e pelo PCO (domingo dia 26 de julho às 14h na Praça Santos Andrade).

Será coincidência?

De forma alguma! A direita tradicional (PSDB, DEM, MDB) e os setores de esquerda na frente ampla (como Boulos), lançaram a campanha amarela para neutralizar o caráter combativo da retomada das mobilizações contra o regime golpista.

Em São Paulo, o resultado a manobra do “Somos Democracia” a serviço da frente ampla, terminou numa showmissa na Praça da Sé. Ou seja, o acordo com os fascistas – de que num domingo a esquerda faria os atos e no outro domingo a extrema direita faria – na verdade era para entregar a Av. Paulista para os fascistas. Logo, não era apenas um acordo de convivência, mas um acordo de submissão, de capitulação diante dos genocidas, assassinos do povo.

Boulos, o PSDB, o DEM, o MDB, a Rede Globo, a Folha de S. Paulo e outros, todos são “democratas” que apoiaram o golpe de 2016. Pássaro, ao se colocar a serviço deles, mostrou que é tucano e que não veio para mobilizar, mas para “arrastar”, em suas próprias palavras, o vermelho das manifestações pelo Fora Bolsonaro.

Portanto, qual seria a vantagem, o ganho para as organizadas, os antifas e a esquerda, alvos prioritários, marcados como inimigos do regime, em se aliar com a esquerda e a direita golpistas? O que as torcidas organizadas e as antifas ganhariam com isso?

É por isso, companheiros, que as torcidas organizadas e antifascistas no Paraná, que estiveram juntas com o PCO e os Comitês – quando da expulsão da carreata dos bolsonaristas no Centro Cívico, no dia 31 de maio, e em outros atos Fora Bolsonaro – devem recusar a infiltração direitista do “Somos Democracia”, sob o risco de vermos em Curitiba, a mesma gigantesca capitulação protagonizada em São Paulo com a liderança de Danilo Pássaro.

Contra a extrema direita, a direita tradicional e a frente ampla, nós propomos a aliança com o povo, todos os explorados, trabalhadores, torcedores, antifas, jovens, marginalizados, excluídos. É somente com esses setores da população que poderemos progredir na luta pela derrubada de Bolsonaro e todos os golpistas! E é isso que defenderemos em nosso 9º ato, vermelho!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Whatsapp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Relacionadas