PM avaliza jagunços
Justiça golpista determina despejo de famílias em Teresina, PM e jagunços executam a “ordem” com a máxima violência possível.
Despejo - Teresina - 24-09
Moradores da comunidade tentando "negociar" com os policiais contra o despejo ontem (24/09) | Foto por: reprodução.
Despejo - Teresina - 24-09
Moradores da comunidade tentando "negociar" com os policiais contra o despejo ontem (24/09) | Foto por: reprodução.

Um dia após ter ocorrido o despejo das famílias que residiam em uma área de terras na região conhecida por Taboca do Pau de Ferrado, zona sudeste de Teresina, os moradores, que não têm para onde ir, retornaram à área onde residiam para tentar reerguer suas casas, que foram demolidas, mas foram recebidos a tiros por jagunços contratados pelo reclamante do terreno.

Dois moradores foram baleados, estando internados no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e as demais tiveram que fugir para não serem assassinadas.

A PM ao invés de agir contra os criminosos que atacaram as famílias desamparadas, pormenorizou e avalizou a ação criminosa afirmando, através de um dos oficiais que comandaram o despejo, que “…o que observamos aqui é que as pessoas que saíram retornaram. Por outro lado, acreditamos que a parte que recebeu a reintegração realiza esforços para que essa reintegração seja mantida, então é comum as pessoas contratarem serviços particulares para que essa área, esse terreno, seja preservado, porque a Justiça determinou”.

Relacionadas
Send this to a friend