Estados Unidos
Biden busca fazer demagogia com a população latina. Contudo, Biden é responsável pelo encarceramento massivo de latinos e pelos golpes de Estado na América Latina
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
media caca6e374f8c4dd69a8f1cad5ef0814fElection_2020_Biden_07639
Joe Biden | AP Photo/Patrick Semansky) The Associated Press

A demagogia do candidato do Partido Democrata, Joe Biden, para a presidência dos Estados Unidos se escancara cada vez mais com a aproximação das eleições.

Em uma atividade de campanha na Flórida nesta terça-feira (15), estado onde o voto da população latina é decisivo, Biden fez uma performance com a música “despacito” e afirmou que, se eleito, os latinos estarão muito melhor em temas como educação, saúde, emprego e em relação à política migratória do que com Donald Trump.

Biden sabe que os latinos odeiam Donald Trump. Contudo, sua política em nada difere no essencial da política de Trump. Depois de fazer demagogia com as mulheres e negros, agora é vez dos latinos.

Há de se pontuar que Biden, na época em que ocupava o cargo de Senador, foi responsável pela aprovação de uma legislação extremamente repressiva que levou ao encarceramento massivo, principalmente de negros e latinos.
No governo Barack Obama, Biden ocupava a vice-presidência da República.

Em seus dois mandatos, os Estados Unidos bateram recordes históricos de deportação de imigrantes indocumentados latino-americanos. Os centros de detenção de imigrantes, que são verdadeiros campos de concentração, são em parte legados deste período. Os latinos eram deportados sem direito a nada para seus países de origem, lançados para a miséria, a opressão e a morte.

A situação catastrófica que vigora nos países da América Latina é de responsabilidade direta de Joe Biden. No período Obama é que se iniciaram os golpes de Estado em todo o continente, começando pelo golpe militar de Honduras e tendo sequência com Paraguai, Argentina, Bolívia, Equador, Peru. Tentativas de golpe de Estado aconteceram na Venezuela e Nicarágua, mas até o momento não tiveram sucesso.

Os golpes de Estado organizados pelos Estados Unidos, com o apoio de Joe Biden, causaram profunda devastação econômica nos países da América Latina e obrigaram a imigração massiva para os EUA. Caravanas de imigrantes centro-americanos, que percorriam milhares de quilômetros a pé em direção aos Estados Unidos, se tornaram célebres.

A demagogia de Biden deve ser denunciada, uma vez que em realidade sua política é idêntica – ou até mesmo pior – do que a de Donald Trump, um elemento da extrema-direita fascista e supremacista branca. O histórico de crimes de Biden contra a população latina é uma evidência incontestável de que suas atitudes não passam de pura demagogia para enganar os incautos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas