População como cobaia
Após a chegada da cloroquina enviada por Bolsonaro a seus representantes no município, as mortes por COVID-19 não diminuíram e cresceram 300%
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
raissa soares bolsonaro
Bolsonaro e a doutora cloroquina Raíssa Soares | Imagem: youtube

Em 03 de julho de 2020, após apelos da médica bolsonarista Raíssa Soares o município de Porto Seguro na Bahia recebeu 40 mil caixas de hidroxicloroquina. O presente de grego foi enviado a pedido do ilegítimo presidente fascista Jair Bolsonaro.

A assessoria de comunicação do município informou que os medicamentos foram destinados às 30 unidades de saúde, além de três Unidades de Pronto Atendimento, e para o Hospital Regional Luiz Eduardo Magalhães. A secretaria de saúde do município publicou em seu Diário Oficial um protocolo de tratamento aos pacientes com a Covid-19.

Os números apresentados por boletins diários da prefeitura apontam que Bolsonaro, principal garoto propaganda do remédio fraudulento, enganou a população mais uma vez. Em 03 de julho quando chegou o medicamento a cidade tinha 07 óbitos registrados. No dia 04 de agosto esse número saltou para 28 óbitos, o que significa um aumento de 300% no número de mortes.

Em relação aos casos confirmados houve um salto de 607 para 1.777 do dia 03/07 ao dia 04/08, o aumento foi de 193% nos casos confirmados de Covid-19. Com relação as testagens, o número de testes feitos em 03/07 foi de 2961 e em 04/08 esse número foi para 5642 testes. Houve um aumento de apenas 90% nos testes.

Mesmo com a quantidade absurda de hidroxicloroquina os dados são alarmantes e mostram a ineficácia da medicação que não tem evitado o aumento do número de mortes na cidade podendo até causar mais mortes e complicações com efeitos colaterais graves. O número de testes não acompanhou o mesmo crescimento do número de casos confirmados e do número de óbitos o que prova que situação é ainda mais grave.

A direita e o governo fascista do ilegítimo presidente tentam esconder a sua total paralisia diante da pandemia com soluções demagógicas e que não dão nenhum resultado para salvar vidas ou diminuir o sofrimento da população. O presidente ilegítimo e fascista Jair Bolsonaro não toma nenhuma medida que combata o coronavírus ou trate da população. Uma das principais medidas de controle do coronavírus, a testagem em massa, o governo não apresenta sequer um plano.

Nesse momento, a extrema direita no município encabeçada pela médica bolsonarista Raíssa Soares está se utilizando da cloroquina e outros medicamentos sem nenhuma comprovação científica para fazer propaganda eleitoral e tentar eleger meia dúzia de fascistas para as prefeituras. A direita está usando a população como cobaias em medicamentos que podem contribuir não na cura dos doentes, mas acelerando as mortes.

É preciso lutar contra esse governo fascista que só engana a população e toma medidas contra os trabalhadores como o fim do Bolsa Família, fim do auxílio emergencial, aprovar medidas que contribuem com demissões e cortes nos salários. É preciso garantir testes em massa para a população, contratação de mais profissionais de saúde, continuação do auxílio emergencial para toda a população e denunciar a farsa da cloroquina. Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas