Menu da Rede

Gás a R$100 é culpa da privatização imposta pelos golpistas

Coronavírus

Apontar que a taxa de mortos caiu 82% no RJ é uma fraude

As autoridades sanitárias do governo do Rio de Janeiro, sob comando de Wilson Witzel (PSC), distorcem os dados e afirmam que há redução de 82% no número de mortes

Governador fascista Wilson Witzel (PSC): manipulação dos dados para esconder o genocídio. – Foto: Wilton Junior

Até a última sexta-feira (14), o estado do Rio de Janeiro registrava 14.507 óbitos e 189.891 casos de Covid-19. As autoridades sanitárias do governo Wilson Witzel (PSC) afirmam que a pandemia está em franco declínio, com queda de 82% no número de mortes em virtude da doença.

O painel de acompanhamento da pandemia do governo estadual, Painel Coronavírus, aponta para a redução significativa dos casos neste mês de agosto. O governador Witzel disse que:

Fomos pioneiros no país em apoiar o isolamento social, decretando medidas restritivas antes mesmo de termos o primeiro óbito registrado. Nossa atuação preventiva foi determinante para termos queda dos óbitos de forma antecipada em relação aos outros estados, e para pouparmos mais de 125 mil vidas. Reforço ainda minha solidariedade às famílias que tiveram entes vitimados pela doença”.

A pandemia avança por todo o país, vitimando milhares de pessoas diariamente. O Estado do Rio de Janeiro, totalmente dilapidado pela política neoliberal aplicada pelos governos burgueses, impede que haja uma estrutura real de enfrentamento à doença. Diante da difícil situação do estado, é completamente fraudulenta a afirmação de que há queda no número de mortes.

Para justificar a política de reabertura das atividades, o governador fascista manipula os dados para esconder a realidade da população. É a mesma política dos demais governadores golpistas, que, por sua vez, atende aos interesses da burguesia, que pressiona para a retomada de todas as atividades na expectativa de impedir uma falência generalizada das empresas.

É necessário destacar que a pandemia do COVID-19 está totalmente fora de controle. Os poderes públicos estadual e municipal sequer têm condições, em tempos de relativa normalidade, de suprir a demanda de atendimento na rede básica de saúde para a população. No Rio de Janeiro, são frequentes as denúncias de faltas de leitos hospitalares, falta de profissionais da saúde e material básico para a rede de saúde, bem como da ausência de infraestrutura adequada para prestar um serviço de qualidade.

O governo Witzel, reconhecido pela brutalidade e pela violência com que trata a população, em especial  a população pobre das favelas cariocas, implementa uma política do tipo nazista, de “deixar morrer quem tiver que morrer” e manipular os dados que são informados ao público.

É necessário denunciar a ocultação da realidade e manipulação dos dados da doença. Os governadores golpistas, em consonância com Jair Bolsonaro, administram o morticínio que avança pelo país. O nazista Witzel se destaca por ser um dos mais sanguinários, capaz até mesmo de comemorar o assassinato por parte da polícia.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.