APEOESP lança chamado para enfrentar o Escola Sem Partido

greve-professores-not13065-not1749

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP), filiado à CUT – maior central sindical da América Latina – e a CNTE, lançou uma importante campanha de enfrentamento contra o avanço da extrema-direita, que, através do projeto fascista “Escola Sem Partido” quer censurar professores de esquerda nas escolas e universidades. Com a chamada de “Cala a boca não!”, o maior sindicato da América Latina deixa claro que não aceitará a interferência externa nas aulas, e, para isso, está divulgando números de telefone e email para a defesa dos discentes.

O meme criado pelo poderoso sindicato, denuncia também que, segundo o artigo 206 da Constituição Federal, está assegurada a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber, bem como, o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas. Essa atitude explicita que, de fato, os golpistas estão rasgando a Constituição mais uma vez, agora, para caçar a esquerda em uma verdadeira “caça às bruxas”.

Unidos, a corrente dos professores do PCO, Educadores em Luta, também estão na mesma campanha, para organizar a luta contra os fascistas onde eles apareçam e divulgamos o número (11) 972446304 para denúncia. É preciso construir comitês de solidariedade, de autodefesa em todos os locais onde haja trabalhadores que queiram lutar contra o golpe.

Números de telefone da APEOESP:

11 3350-6112

11 3350-6021

11 3350-6214

Email da APEOESP:

[email protected]