Rio de Janeiro
Autorização judicial contra o centro de acolhimento foi dada na manhã de hoje (24)

Por: Redação do Diário Causa Operária

Neste momento, a Polícia Militar, comandada pelo fascista Wilson Witzel (PSC), tenta tomar posse da Casa Nem, em Copacabana, Rio de Janeiro. O prédio vinha funcionando como um centro de acolhimento da população LGBT.

Para impedir a reintegração de posses, militantes estão, desde a noite de ontem, no local. Até o momento, a polícia não conseguiu invadir o prédio. Um advogado da Casa Nem foi preso.

Acompanhe aqui, ao vivo, os acontecimentos na Casa Nem!

Send this to a friend