Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O próximo sábado, dia 31 de março, marca os 54 anos do golpe de 1964. O dia 31 de março foi estabelecido como data oficial do triste acontecimento que na verdade se deu no dia 1º de abril. A fim de evitar a piada inevitável, os perpetradores estabeleceram que a efeméride seria comemorada na véspera do dia do acontecido. Aproveitando a ocasião o General Hamilton Martins Mourão convocou uma manifestação na avenida Paulista para comemorar aquilo que ironicamente já foi chamada “a gloriosa” e que agora o general chama de contrarrevolução.

O general Mourão é aquele mesmo que em um vídeo que circulou pelas redes sociais exortou o povo brasileiro a, ante a sua inferioridade patente e irremediável, ficar de quatro pro Tio Sam e submeter-se aos seus infames desígnios. O título do vídeo, “A História Não Acabou”, mais do que um truísmo é revelador da vontade das oligarquias brasileiras, das quais os militares fazem o papel de guarda-costas, de congelar o tempo para que se mantenham na ociosidade e sejam poupados do trabalho de acompanhar a evolução da humanidade.

As palavras pronunciadas no vídeo, chavões do conservadorismo raso, são apenas pretexto para atrair incautos e fascistas a uma manifestação de apoio a um possível futuro regime militar. A falta de responsabilização dos que engendraram o golpe de 64 e aos que praticaram atrocidades durante os 20 anos seguintes trouxe-nos à presente situação de fascismo explícito e desavergonhado que advoga a volta ao passado. Conforme foi visto no episódio do atentado ao Presidente Lula no Paraná, tralhadores na rua mostrando que são mais numerosos e mais fortes do que os “pitbulls” fascistas podem fazer recuar as forças golpistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas