Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
x1080-cD0
|
Teerã, 15 abr (Prensa Latina)* – Considerada a criatura viva mais antiga do mundo, o camarão conhecido como Triops Cancriformis foi visto hoje em um pântano da localidade iraniana de Hamoun.
Uma reportagem da agência de notícias Tasnim informa que as fortes chuvas recentes reviveram a área úmida e, em suas partes de lama, os especialistas observaram o animal que se diz leva mais de 200 milhões de anos na Terra.

A localização da criatura é na província de Sistão e Baluchistão, sudeste do país.

Depois de uma seca prolongada, o pântano de Hamoun voltou à vida com as chuvas dos últimos dias e a possibilidade de que o velho camarão volte a seu habitat.

Por causa da depredação industrial humana, muitas das populações do Triops Cancriformis desapareceram na Europa e em outras regiões, e são consideradas uma espécie em extinção.

Apesar do desastre das inundações, há um lado bom dentro do mau, com uma segunda oportunidade para a vida selvagem que, devido à gestão descontrolada dos seres humanos, põe em perigo a existência do mundo animal e vegetal e, a longo prazo, a própria presença do homem no planeta.

* Os artigos reproduzidos não refletem necessariamente a posição deste diário e do Partido da Causa Operária
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas