Corrupção desenfreada
Ao menos sete templos foram fechados pelas autoridades desde então, nas cidades de Luanda, Viana e Cazenga
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
iurd
Igreja Universal do Reino de Deus está em Angola desde 1992 | Foto: reprodução

A Procuradoria-Geral da República (PGR) da Angola ordenou o fechamento de templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) no país do sudoeste da África, após a instituição brasileira criada pelo bispo Edir Macedo ser acusada de praticar crimes diversos.

Em nota publicada na última sexta-feira feira (14), o procurador-geral do país, Álvaro da Silva João, justificou a decisão: “Há indícios suficientes da prática de crimes como associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, quebra de confiança e outros atos ilegais“.

Ao menos sete templos foram fechados pelas autoridades desde então, nas cidades de Luanda, Viana e Cazenga. Líderes religiosos vem tomando templos no país que esta presente em mais de 100 países do continente, sendo confiscados pelo povo mais de 80 prédios.

https://www.youtube.com/watch?v=7_-fX58Vj9o&t=1s

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas