Corrupção desenfreada
Ao menos sete templos foram fechados pelas autoridades desde então, nas cidades de Luanda, Viana e Cazenga

Por: Redação do Diário Causa Operária

A Procuradoria-Geral da República (PGR) da Angola ordenou o fechamento de templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) no país do sudoeste da África, após a instituição brasileira criada pelo bispo Edir Macedo ser acusada de praticar crimes diversos.

Em nota publicada na última sexta-feira feira (14), o procurador-geral do país, Álvaro da Silva João, justificou a decisão: “Há indícios suficientes da prática de crimes como associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, quebra de confiança e outros atos ilegais“.

Ao menos sete templos foram fechados pelas autoridades desde então, nas cidades de Luanda, Viana e Cazenga. Líderes religiosos vem tomando templos no país que esta presente em mais de 100 países do continente, sendo confiscados pelo povo mais de 80 prédios.

https://www.youtube.com/watch?v=7_-fX58Vj9o&t=1s

Send this to a friend