Andrés Obrador vence eleições no México prometendo política antineoliberal

andres

Da redação – Neste domingo (1) foram realizadas as maiores eleições presidenciais na história do México. O Instituto Eleitoral do México informou que o candidato de esquerda Andrés Manuel López Obrador venceu com ampla margem, divulgando que o candidato recebeu mais da metade dos votos, tendo assim, entre 53% e 53,8% dos votos, enquanto o segundo colocado, Ricardo Anaya, somou 22,1%.

“Uma ‘contagem rápida’ baseada em resultados de cerca de 8 mil locais de votação, ou 5% do total de cabines, mostrou que Obrador tem entre 53% e 53,8% dos votos, de acordo com o instituto. O método tem uma margem de erro de meio ponto percentual. O presidente do instituto, Lorenzo Córdoba, disse que o comparecimento dos eleitores é estimado entre 62,9% e 63,8% dos mais de 89 milhões de eleitores registrados.

O país vizinho dos norte-americanos vem sendo governado quase exclusivamente pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI), além de rachas como o Partido da Ação Nacional (PAN), um partido mais abertamente direitista, ligado a uma ala mais reacionária da burguesia mexicana. Valendo ressaltar que historicamente, o regime político mexicano se encontra tomado pelo modelo ditatorial, como é típico dos países onde a influência do imperialismo norte-americano é muito forte.

André Manuel López Obrador (AMLO), aparenta ser um esquerdista, mas é do tipo que agrada os capitalistas, um típico político burguês ao estilo de Ciro Gomes no Brasil.