Anastasia (PSDB-MG): mais um tucano “neutro” contra o PT no segundo turno

antonio-anastasia

A direção nacional do Partido Social-Democrata do Brasil (PSDB), um dos principais partidos do imperialismo no território brasileiro, declarou neutralidade no segundo turno das eleições. Uma forma de não se queimar com apoio real que estão dando a Bolsonaro, mas também revelando que o coro contra Bolsonaro puxado por Alckmin e a Globo, através do #EleNão, não passava de demagogia, já que a burguesia não está dando indícios de que irá apoiar o PT.

Entretanto, por detrás da maquiagem, grande parte do PSDB está demonstrando apoio a Jair Bolsonaro. É o caso de João Dória, que no momento está controlando o diretório do partido na capital paulista, é o caso de Márcio França, que apesar de não ser do PSDB, foi vice-governador de Geraldo Alckmin e montou uma chapa com uma Bolsonarista policial militar.

Agora, mais um tucano, dirigente do partido em Minas Gerais, está declarando que não irá apoiar o PT, e reproduz os mesmos ataques direitistas de Bolsonaro contra o PT. Trata-se de Anastasia, candidato a governador em Minas Gerais: “Reitero minha firme posição política contrária ao PT, por causa dos males causados pelos governos petistas no Brasil e em Minas Gerais”. Mas também, o candidato a vice-governador na chapa do tucano, Marcos Montes, junto com o presidente estadual do PSDB, o deputado federal Domingos Sávio.