Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Divulgado amplamente  em matérias e nos canais do Partido da Causa Operaria, o programa semanal mais assistido da Causa Operária TV no Facebook e Youtube, a Análise Política da Semana, fez uma importante discussão sobre a principal tarefa da classe operária brasileira no início de 2018, a realização de um gigantesco ato em defesa de Lula em Porto Alegre no dia 24 de janeiro de 2018.

Perante a confusão que se encontra dentro da esquerda nacional, que historicamente se ilude com as instituições democráticas burguesas, agora chegamos a um ponto crítico. O erro dessa análise absurda dos partidos pequeno-burgueses, levou grande parte deles a não defenderem Lula frente a essa burguesia golpista – ou no caso do PSTU, que é de fato alinhado politicamente ao imperialismo, atacar Lula. O que esses partidos esquerdistas não perceberam é que a prisão de Lula pode ocorrer no dia 24 e que isso envolve os rumos de toda a luta da classe operária, colocando em risco suas organizações, e que, mesmo hoje, antes da suposta prisão de Lula, está evidente uma crescente perseguição jurídica e aumento exponencial da violência fascista do braço armado da burguesia – a PM – contra a população que luta contra o golpe.

Nesse sentido, o Partido da Causa Operária (PCO) chama a ampla mobilização de todos os setores da esquerda e da classe operária para evitar mais essa vitória dos golpistas contra a classe operária para esmagar todos os direitos democráticos da população. Esse chamado feito pelo companheiro Rui C. Pimenta é de vital importância para a mobilização, pois, como feito nos dois atos em Curitiba, pudemos ver que deu um norte prático de luta para a esquerda – que na época estava na defensiva pelo golpe -, colocando em movimento e gerando uma histeria – caso do MBL  – em toda a direita fascista, levando até a expulsão desses grupos fascistas de um dos atos em Curitiba.

O PCO, percebendo essa tendência de radicalização existente dentro das massas que entendem que defender Lula é defender a si mesma, utiliza sua análise política assistida por dezenas de milhares de pessoas e assertadamente convoca todos a tomar Porto Alegre. Principalmente por auto-defesa, mas mais além, junto aos Comitês Contra o Golpe de todo o país que vão lançar oficialmente a política de criação de comitês de auto-defesa e de base, nacionalmente, junto a grande massa de guarda-costas que estará na cidade para proteger o ex-presidente dos golpistas.

Também foi debatido o problema seríssimo da atual intervenção militar no Rio Grande do Norte e a atenção redobrada para o chamado dos golpistas para o exército estar em Porto Alegre junto à polícia no dia da manifestação. Os golpistas não demoraram a começar suas arbitrariedades rotineiras, e nessa semana lançaram ataques ao acampamento do MST junto ao TRF4 e proibindo tanto o acampamento quanto manifestações na cidade.

Ainda segundo o companheiro Rui , essa esquerda oportunista que já é conhecida historicamente pelos revolucionários que estudam a luta de classes, e como é o caso de Luciana Genro, é uma das maiores defensoras da Lava Jato e foi duramente criticada por sua postura demagógica perante o pronunciamento ambíguo que diz defender Lula. Neste pronunciamento, ao mesmo tempo que diz defender Lula, é contra a manifestação por considera que ela vai ser usada para o fortalecimento da campanha eleitoral de Lula. A negação da participação do ato, que é o que realmente pode evitar a prisão de Lula, mostra a política de aparências de Luciana Genro e desta esquerda pequeno-burguesa oportunista que é viciada em eleições e deixa de lado a análise política e econômica da atual crise do capital nacional e internacional.

O programa se encontra nos arquivos digitais da Causa Operária TV nas redes sociais do Youtube e Facebook, podendo ser acessado e compartilhado na internet.

A Análise Política da Semana acontece todo sábado às 11h30 da manhã, na rua Serranos, nº 90, no Centro Cultural Bejamin Péret (CCBP), em São Paulo, próximo a estação Saúde. É transmitida ao vivo na Causa Operária TV e na Rádio Causa Operária.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas