Amônia vaza em frigorífico do Paraná e deixa vizinhança assustada
abate de frango - 02-05-2019
Amônia vaza em frigorífico do Paraná e deixa vizinhança assustada
abate de frango - 02-05-2019

No último dia 24 de agosto, no frigorifico Argus, do bairro São Marcos, de São Jose dos Pinhais, cidade do estado do Paraná, aconteceu um vazamento de amônia, o qual deixou assustados os moradores, e fez com que grande parcela desses moradores saíssem de suas casas.

O vazamento do gás amônia, em primeiro lugar, independente da quantidade, e pode causar sequelas irreparáveis à vida humana. Ele é altamente toxico e as consequências do vazamento de amônia, em determinados casos, pode inclusive ser letal.

Esse gás causa cegueira, irritação nos órgãos internos, o pulmão, por exemplo, ele é asfixiante e pode inclusive levar a morte.

Apesar da declaração do membro dos Bombeiros, o tenente Hunzcker, dizendo da não necessidade de os moradores evacuarem suas casas, talvez seja porque, provavelmente, não saiba que grande parte da vizinhança sofre constantemente com essa situação, há vários anos.

Em período anterior, 36 pessoas foram intoxicadas, sendo 18 vítimas encaminhadas às unidades de pronto atendimento de São José dos Pinhais, pessoas com irritação nos olhos, vomitando e se queixando de falta de ar.

Os patrões tentam ocultar tudo o que diz respeito aos inúmeros acidentes que ocorrem no cotidiano de seus frigoríficos, de maneira irresponsável, criminosa de tratar seus funcionários, para obter cada vez mais lucro, às custas da destruição dos operários.