Amistosos da seleção – Brasil derrota sauditas e aguarda rivais argentinos

seleção

Em mais uma série de amistosos, o terceiro depois da Copa, a seleção brasileira – que se prepara para a Copa América em 2019 – derrotou a fraca Arábia Saudita pelo placar de 2  x 0. A partida nada mais foi do que um treino preliminar para a principal partida, que será realizada na cidade de Jeddah na próxima terça-feira, quando os comandados do técnico Tite estarão enfrentando os arquirrivais argentinos.

A imprensa esportiva vem criticando os dirigentes da CBF por estarem fazendo a seleção enfrentar adversários fracos, sem qualquer expressão no cenário futebolístico mundial. Nos dois primeiros amistosos, a seleção enfrentou as seleções de El Salvador e Estados Unidos, vencendo ambas sem qualquer dificuldade. A Argentina será o primeiro verdadeiro teste para o Brasil depois do mundial da Rússia.

Embora os adversários enfrentados sejam de fato tecnicamente muito fracos, os amistosos vem permitindo ao técnico fazer novas experiências com uma geração de novos valores que surgem a todo momento no futebol brasileiro. No entanto, a espinha dorsal da equipe vem sendo a mesma da Copa, com variações táticas em função da característica de cada novo jogador que é testado. Na vitória desta sexta-feira contra a Arábia Saudita, Tite entrou com a mesma formação do trio de atacantes que esteve no mundial, com Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar. Os gols foram marcados por Gabriel Jesus, na primeira etapa e Alex Sandro, de cabeça, já no finalzinho da partida.

O confronto contra a Argentina está marcado para a próxima terça-feira, dia 16. O selecionado argentino não conta com Messi nesta série de amistosos que a Argentina também realiza pelo oriente médio. Os rivais vêm de uma vitória sobre o Iraque pelo placar de 4 x 0.