Apesar dos golpistas
Em 8 anos de construção o projeto passou por dificuldades principalmente a partir de 2016, nos governos Temer e Bolsonaro, que cortaram recursos da ciência e tecnologia

Por: Redação do Diário Causa Operária

O primeiro satélite completamente brasileiro, o Amazônia 1, será lançado na madrugada deste domingo (28). Desenvolvido em São José dos Campos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foi levado para a Índia, onde será lançado em evento que terá transmissão online prevista para 1:24h, horário de Brasília.

Amazônia 1 é o primeiro satélite de observação terrestre completamente projetado e operado pelo Brasil. Tem 4 metros de comprimento e ficará a uma altitude de 752 km. Vai tirar fotos em órbita, em alta resolução de todo o território nacional. Do espaço, o equipamento enviará sinal para 3 estações de monitoramento, em Cuiabá (MT), em Alcântara (MA), onde os norte-americanos se apoderaram da base aeroespacial e em Cachoeira Paulista (SP). O satélite será coordenado da estação em São José dos Campos (SP), que fica no Inpe.

O projeto, que teve R$400 milhões de reais de investimento e diversos pesquisadores, começou em 2013, durante o governo da presidenta Dilma Roussef (PT). Em 8 anos para ser construído, no entanto, o projeto enfrentou dificuldades, sobretudo após o golpe de 2016, quando os recursos para a ciência e tecnologia foram atingidos pela “PEC do Teto” – que congelou por 20 anos os investimentos públicos, especialmente na Educação – durante o governo golpista de Temer.

Já no governo golpista Bolsonaro, que manteve a política de Temer, o Inpe suspendeu 107 bolsas de pesquisadores e houveram ameaças de paradas no projeto devido ao corte no orçamento. Sete pesquisadores ligados diretamente nas etapas finais e plano de vôo do lançamento perderam suas bolsas e estavam impedidos de trabalhar, o que colocaria em risco o lançamento do satélite. A situação foi tão grave que para manter a data, a Agência Espacial Brasileira (AEB) interviu para custear as bolsas dos pesquisadores ligados ao Amazônia 1.

Logo, o lançamento do satélite brasileiro, que ocorrerá neste daqui a algumas horas, é uma conquista do povo brasileiro, que ocorre apesar do governo golpista de Bolsonaro.

Send this to a friend