Pandemia do COVID-19
Depois de o governo federal de Bolsonaro ter rompido o contrato com Cuba e ter cancelado o programa Mais Médicos, estado tem de contratar os médicos para lidar com coronavírus
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
CUBA MÈDICOS
Médicos cubanos |

Da redação – Depois de o governo federal ter destruído o programa Mais Médicos por esse receber médicos cubanos, o estado do Amazonas tem de recorrer aos médicos que continuaram no Brasil para poder lidar com o COVID-19.

Sendo assim, 10 médicos do antigo programa foram recontratados. O contrato foi firmado através do chamado “novo Mais Médicos” que buscou lidar com o fato de que a saída dos médicos do antigo programa causou uma baixa significante no número de profissionais do setor nas regiões que mais necessitam.

O Amazonas é um dos estados com menos condições de lidar com a pandemia do coronavírus por falta de profissionais da saúde, falta de equipamentos e o sucateamento da saúde pública no estado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas