Imperialismo quer os Correios
A situação é ainda mais preocupante já que com a parceria com o governo, a Amazon tem os dados sensíveis de milhões de brasileiros. É preciso derrubar os golpistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
correios privatizado 2
Os Correios, empresa estratégica para segurança do País | "Foto: Reprodução"

Os Correios são uma empresa estratégica para segurança do País. Contudo, os golpistas querem privatizar essa empresa. Mas, o que está por trás da privatização dos Correios? Entregar a cadeia logística construída ao longo de um século pelos Correios, para empresas capitalistas estrangeiras, como a Amazon.

E de se perguntar também a quem interessa a privatização dos Correios? Sabemos da disputa mundial pelo mercado de marketplace – shoppings virtuais que vendem de tudo – chega ao Brasil e enseja a privatização dos Correios.

Assim, cada vez mais brasileiros estão familiarizados com o conceito de marketplace: os grandes shoppings digitais que vendem desde chaveiros a estruturas para a construção de casas. Atualmente, o mercado é dominado por gigantes como Aliexpress, Mercado Livre e, o maior de todos os players desse segmento, a Amazon.

Nesse sentido a disputa econômica entre esses e outros shoppings virtuais tem como palco o mundo e, como no imperialismo do século XIX, há a necessidade de expandir mercados consumidores nas periferias do capitalismo. Por isso, a América Latina, sobretudo o Brasil, são vistos como importantes áreas de disputa por consumidores.

Porém também as multinacionais estão interessadas. O e, empresas nacionais que não podem disputar o filão dos correios, como o Mercado Livre, tomaram como estratégia tentar diminuir a sua dependência dos Correios. Isso se dá porque duas gigantes do setor – a Amazon e Alibaba – podem se juntar para comprar a empresa pública de entregas do Brasil.

Verdade é que os golpistas estão colocando na mão do imperialismo a empresa que possui uma grande estrutura logística que liga todos os lugares do País. De acordo com a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findtect), já existe uma parceria entre o poder executivo e a Amazon. A Findect relata que a empresa AWS, pertencente à Amazon, é parceira do governo trabalhando na manipulação de dados de ministérios.

Dessa forma, o berço da Amazon – nos Estados Unidos, onde essa empresa já foi investigada por práticas predatórias de dados é a principal concorrente para abocanhar essa estatal. Mas, qual acusação pesa sobre a Amazon? Em meados de março, o senador republicano Josh Hawley pediu a abertura de um a investigação sobre a Amazon pelo uso ilegal de dados de vendedores externos para obter vantagens na criação ou precificação de produtos de sua marca própria. De acordo com Josh Hawley, essa é uma prática que levaria ao monopólio.

No caso brasileiro, a situação é ainda mais preocupante já que com a parceria com o governo, a Amazon tem os dados sensíveis de milhões de brasileiros. É preciso derrubar os golpistas e impedir mais essa entrega ao imperialismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas