Bolsonarismo
A prisão de Osvaldo Eustáquio foi decretada na quinta-feira (17). Ele é acusado de de disseminar “fake news” e participar de atos políticos contra o STF e o Congresso.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
OSWALDOEUSTAQUIO
Osvaldo Eustáquio. | Reprodução.

Na quinta-feira  (17), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, decretou a prisão preventiva do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio.

Eustáquio cumpria prisão domiciliar e estava proibido de sair de sua casa em Brasília (DF). No dia 15 de dezembro, ele esteve no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para solicitar uma reunião com a ministra Damares Alves.

O blogueiro foi preso em junho acusado de disseminar “fake news” contra o Supremo Tribunal Federal e de participar de atos que pediam a intervenção militar, o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal. É importante destacar que Eustáquio, o próprio presidente Jair Bolsonaro e o Alto Comando das Forças Armadas participaram e promoveram estes atos.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas