Nacional
O ministro do supremo determinou que 16 contas de bolsonaristas fossem bloqueadas pelo Twitter não só no Brasil, mas no exterior também
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Alexandre de Morais
Alexandre Moraes | Foto: reprodução

O ministro Alexandre de Moraes determinou que 16 contas de bolsonaristas envolvidas no chamado “Inquérito das Fake News” fossem suspensas. Como alguns dos alvos do inquérito mudaram configurações das contas para poder continuar atuando por fora do país, a nova decisão do ministro foi a de que contas exteriores também fossem bloqueadas.

Em nota, o Twitter disse que respeitou a decisão judicial de Moraes mas disse que as medidas são desproporcionais e ferem o direito à liberdade de expressão no Brasil.

“O Twitter bloqueou as contas para atender a uma ordem judicial proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora não caiba ao Twitter defender a legalidade do conteúdo postado ou a conduta das pessoas impactadas pela referida ordem, a empresa considera a determinação desproporcional sob a ótica do regime de liberdade de expressão vigente no Brasil e, por isso, irá recorrer da decisão de bloqueio”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas