Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

No final de semana passada (6 e 7/01), o “intelectual” da direita, Alexandre Frota, foi a passar uns dias de férias na cidade turística de Porto Seguro, na Bahia. No seu passeio pelas praias, parque aquático e ruas da cidade, o “paladino da moralidade” sofreu com a grande rejeição da população e numa tentativa bizarra de mostrar apoio a sua política fascista e de seu candidato Jair Bolsonaro, visitou uma comunidade indígena para praticar a dissimulação.

Na visita a aldeia da Jaqueira, uma comunidade do povo Pataxó que vive do turismo e de valorização da sua cultura, o “intelectual” da direita coxinha se aproveitou do desconhecimento e da ingenuidade de um indígena para “buscar” apoio a Bolsonaro.

Frota pediu para tirar uma foto com o indígena, que de maneira solícita, prontamente aceitou o convite. Antes da foto, Frota pegou um adesivo e pediu para o indígena segurar e tirou a fotografia.

O ator decadente, como um bom fascista que vive mentindo, dando declarações bizarras e recebendo dinheiro da burguesia, prontamente publicou a imagem em seu perfil das redes sociais para “mostrar” o apoio dos povos indígenas a Bolsonaro.

Os movimentos indígenas da região e familiares do indígena prontamente denunciaram a farsa da imagem, revelando a manipulação.

Esse é modus operandi da direita fascista que através da mentira e da dissimulação tentam justificar e propagandear a sua política que não tem apoio nenhum da população, e muito menos nas camadas mais exploradas.

A direita não possui nenhum apoio da população e tentam com essas ações justificar a sua política e mostrar que os candidatos que atacaram duramente os trabalhadores, defendem a retirada dos direitos indígenas, e assim o genocídio desses povos, contam com o apoio desses setores. Fato que somente a classe média coxinha pode acreditar.

Podemos ver essa política na imprensa burguesa que realiza pesquisas manipuladas e induzidas, mostrando que a população apóia a reforma trabalhista ou a reforma da previdência.

É preciso denunciar as ações da direita fascista, como MBL, Fernando Holiday e nesse caso a do golpista Alexandre Frota, que são marionetes da direita. São representantes da política dos golpistas, que defendem abertamente dos ataques aos setores explorados da população, como as mulheres, indígenas, negros, sem-terra e outros setores oprimidos da população.

Esses fantoches do fascismo precisam ser repudiados onde estiverem, e devem ser combatidos em todos os locais que frequentam, pois representam o que há de pior e mais atrasado na sociedade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas