STF
Juiz do STF depois de prender deputado por 1 mês por falar, concede prisão domiciliar.

Por: Redação do Diário Causa Operária

O juiz do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) saia do regime fechado, deixando a cela do Batalhão Especial Prisional (BEP) em Niterói e passe para prisão domiciliar, fazendo o uso de tornozeleira eletrônica. Decisão proferida neste domingo (14).

D. Silveira foi preso no último dia 16 de fevereiro, após decisão de do mesmo juiz Alexandre de Moraes, por vídeos que publicou ameaçando os membros do tribunal, que pedia o fechamento do tribunal e o retorno do AI-5.

Silveira também responde a um processo de cassação do mandato na Câmara Federal, no qual o Conselho de Ética da Casa aprovou na última sexta (12) a continuidade do processo de cassação. Tendo agora o parlamentar, 10 dias para apresentar defesa por escrito.

Send this to a friend