Além de truculentos são burros: fascistas atacam ônibus que nem era da caravana de Lula

Os passageiros e a tripulação do ônibus 3332 da empresa de transporte terrestre Catarinense viveram momentos de pânico e incerteza na tarde desta segunda-feira (26), quando passavam pela rodovia PR277 na altura da cidade de São Miguel do Iguaçú, extremo oeste paranaense.

Em mais um episódio de selvageria e violência gratuita promovido por grupos seguidores do juiz Sérgio Moro e do MBL – Movimento Brasil Livre (sigla financiada pelo imperialismo que dispensa dossiê), uma matilha fascista atacou injustificadamente o veículo que passava pelo local, acreditando se tratar de um ônibus pertencente a caravana de Lula pelo sul do País.  

Armados com foguetes, paus e pedras, aos gritos de”Bolsonaro 2018″, “viva a Lava Jato” e “petezada do djanho“, a “S.A. paranaense” depredou o carro da viação com sede em Santa Catarina, gerando grande prejuízo e risco para integridade física das pessoas que estavam no veículo.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal que estavam presentes no local nada fizeram para impedir o vandalismo generalizado promovido pela tigrada.

Veja o vídeo:

Obviamente não é necessário explicar que, mesmo se fosse um ônibus da comitiva do ex-presidente, a ação seria igualmente ou ainda mais condenável, mas o caso serve bem para exemplificar o nível de burrice, truculência e fascismo que chegou a corja direitista. Até o fechamento desta matéria a empresa Viação Catarinense ainda não havia se manifestado sobre o ocorrido.

Nos últimos dias, atos de violência indiscriminada de pequenos grupos convocados e organizados via internet por movimentos como MBL e Vem pra rua se tornaram “rotina” durante a caravana de Lula pelo sul do Brasil.
Na terça (27) dois ônibus da caravana de Lula foram atacados a tiros no Paraná. O atentado foi no oeste do Estado, entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul. No momento do ataque Lula estava na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS). Por sorte ninguém se feriu.

A violência fascista atingiu níveis inaceitáveis. Esta cada vez mais claro que essa turma só vai parar por meio de uma reação violenta. Apenas uma resposta agressiva a altura pode evitar futuros episódios como este. Mais do que nunca se faz necessário Organizar a militância para a autodefesa e expulsar os fascistas da caravana de Lula.