Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Um dos possíveis pré-candidatos do PSDB, o tucano que arruinou o estado de São Paulo Geraldo Alckmin, já está em campanha para lançamento de candidatura e fala sobre seus projetos de destruição, agora em dimensões nacionais. O que está em pauta para eles agora é a entrega da Petrobrás e do Banco do Brasil.

Em uma reunião com os Sindicatos das Indústrias, sindicalistas consolidados por órgãos golpistas como a Fiesp, falou abertamente sobre sua disposição em privatizar completamente a Petrobrás. Diz não haver espaço para o “estado empresário”, ou seja, usa dessa artimanha para camuflar uma das principais funções estatais no regime burguês: ser o escritório executivo da burguesia. Dessa forma, também camufla que ele e seu partido estão atuando no estado como agentes do imperialismo internacional, que pretende “garfar” todas as forças produtivas nacionais para o capital financeiro.

No que diz respeito ao Banco do Brasil, Alckmin afirma que não pretende privatizá-lo, pois compreende ser preciso que o Estado tenha um mínimo de controle sobre a movimentação bancária. Contudo, afirma que é preciso privatizar o controle de seguros e da previdência nas subsidiárias. Na prática isso significa privatizar grande parte do capital financeiro do País, usando o banco apenas para transações entre correntistas do que restar dos servidores públicos brasileiros.

Aproveitou a ocasião para defender a Reforma, leia-se destruição, da Previdência e Tributária. Com essas declarações, que atacam frontalmente os interesses da classe trabalhadora, é que o tucano paulista pretende lançar como base de ação para um eventual governo federal. Assim, é preciso divulgar essas intenções golpistas em esfera nacional, para os trabalhadores brasileiros terem noção do que significa um catastrófico governo do PSDB.

Evitar a prisão de Lula, a partir de mobilizações em São Bernardo na frente da casa do ex-presidente, é a única saída para a classe trabalhadora no atual momento. Lula, enquanto maior liderança dos trabalhadores, é a única força política capaz de conter essa saga dos golpistas contra o patrimônio público.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas