Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Governador
|

Acusado de receber R$ 5 milhões de caixa dois em campanhas eleitorais, o pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckimin, chamou as acusações feitas contra ele de “absurdas” e se diz convencido de que é o candidato mais “íntegro” que existe.

Candidato de um dos partidos menos investigados do Brasil, Alckmin foi acusado por representantes da Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) de praticar caixa dois e não prestar contas de valores recebidos em campanhas, por meio de transações intermediadas por seu cunhado, o empresário Adhemar César Ribeiro, também envolvido em esquemas milionários com a construtora Odebrecht.

Importante destacar que a marca registrada dos governos tucanos no Estado de São Paulo são justamente as privatizações de inúmeras rodovias, e a CCR, como a maior concessionária de estradas do País, detém a concessão de rodovias paulistas bastante lucrativas, como o complexo Anhanguera-Bandeirantes e trechos da rodovia Castello Branco e da Raposo Tavares, o que demonstra a importância da empresa em manter seus negócios no estado e estreitar relações com os governadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas