Alckmin e Bolsonaro se declaram inimigos dos trabalhadores dos Correios

alckmin-bolso

Com a corrida à presidência da República nas eleições de 2018, dois candidatos da ala direitista e golpista, Geraldo Alckmin do PSDB (Partido Social Democrático Brasileiro) e Jair Bolsonaro do PSC (Partido Social Cristão) estão dando entrevistas para a imprensa golpista, afirmando suas intenções de vender praticamente o que restou do patrimônio nacional.

Em entrevista ao golpista jornal da Globo News, Geraldo Alckmin afirmou para os representantes da família Marinho, Miriam Leitão e Merval Pereira, que a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) será umas das primeiras estatais a serem privatizadas se ele for colocado à frente do governo nacional do Brasil.

Já o fascista Jair Bolsonaro, para assustar ainda mais os trabalhadores e a população brasileira, anunciou para um outro programa de entrevista da golpista Rede Globo que ele vai extinguir os Correios.

Segundo o golpista fascista, que serve de espantalho para candidatura do golpista Geraldo Alckmin, os Correios no Brasil é tão ruim que não dá nem para ser vendido, pois ninguém vai querer, tem que ser destruído.

Esses dois golpistas mostram que são inimigos dos mais de cem mil  trabalhadores dos Correios, que sem dúvida nenhuma ficarão sem empregos com esses direitistas no cargo de presidente da República do Brasil.

É por isso, que os trabalhadores dos Correios precisam se organizar contra o golpe, pela derrubada dos golpistas e de qualquer manipulação eleitoral que venha ocorrer a fim de dar autoridade para inimigos do povo brasileiro entregar nosso patrimônio ao capital internacional.

Pela formação de comitês de luta contra o golpe e pela liberdade de Lula, eleição sem Lula é o aprofundamento do golpe no País.