Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Bem que o golpista governo Temer poderá vir a ser conhecido no futuro como o Rei Midas ao contrário. Segundo a mitologia grega, o Rei Midas transformava em ouro tudo que tocava, o nosso Midas às avessas tem o poder de transformar em pó toda a economia nacional numa rapidez vertiginosa.

Tudo que esteja ao alcance do governo golpista para destruição da economia nacional, não precisa ter dúvidas pois já está encaminhado. Agora em conluio com os seus pares neoliberais do Cone Sul, Argentina e Chile, se prepara para para implementar um grande acordo de livre comércio via Mercosul com a União Européia.

Quem estudou um pouco de história deve ter lido algo sobre o Tratado de Methuen assinado entre a Inglaterra e Portugal no início século XVIII. Por aquele tratado, também conhecido como o “Tatado de Panos e Vinhos”, Portugal abriu sua economia para os produtos manufaturados ingleses e em troca a Inglaterra fez o mesmo para o vinho português. O resultado econômico desse acordo todos sabemos. Portugal que havia sido a maior potência econômica do início da era moderna, transformou-se numa semi-colônia inglesa.

Pois bem, os nossos “sábios”neoliberais, uns verdeiros lesa-pátrias nacionais, Temer, Macri (Argentina) e Piñera (Chile) se valendo de golpes de Estado aberto, como no Brasil, ou velado, como no caso argentino, estão em vias de assinar em acordo com a maior parte dos demais sócios do mercosul, o acordo de “panos e vinhos” do século XXI.

Depois de 19 anos de tentativas dos europeus em “empurar goela abaixo” do Mercosul o acordo que estabelece a abertura das economias sul-americanas para os bens e serviços europeus (produtos industrializados, possiblidade de empresas européias, participarem de concorrência em licitações, etc.) em troca da diminuição alfandegária para produtos primários produzidos pelos países do Mercosul, como carnes e grãos.

A depender desses entregadores de pátrias, toda a América Latina se transformará em curto espaço de tempo num verdadeiro campo de criação de rebanhos de gado e produtora de commodities agrícolas e minerais.

Mais do que nunca está colocado a união dos povos latino-americanos contra os governos de direita que a todo custo buscam subordinar os países da região ao imperialismo.

Pela autodeterminação dos povos latino-americanos;

Fora o imperialismo da América Latinal

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas