Albetiza Moreira candidata do PCO ao Senado do Piauí: “Se o golpe não é combatido qualquer mudança prometida nas eleições é inócua”

albetiza

Albetiza Moreira, candidata ao Senado pelo Partido da Causa Operária (PCO), foi entrevistada pelo Jornal do Piauí, da TV Cidade Verde, na sexta-feira (7). Nessa oportunidade, a companheira denunciou o golpe de Estado e o avanço do fascismo no Brasil. O PCO tem as eleições como mais uma oportunidade militância, denunciando as instituições burguesas e a própria eleição, como uma forma de enganar a população e desmobilizá-la.

Essa posição de denúncia do Partido foi questionada pela entrevistadora Iara Seno: “O PCO abraçou o movimento ‘Lula Livre’, está divulgando a questão do golpe de Estado, mas, de certa forma, o Partido está abandonando discussões importantes como a questão do crescimento da violência, o problema da saúde, da educação. Eu queria saber de você, Albetiza, se o eleitor vai estar entendendo isso com a avaliação que você faz.”

“A primeira coisa, Iara, boa tarde, é que o eleitor está sendo enganado. Se não se combate o golpe, se não se combate a ditadura nas eleições qualquer [promessa] de mudança de vida na vida do eleitor é inócua, porque não vai aumentar o orçamento para segurança (que eles tanto pedem, né?) para a saúde, para a educação, verbas congeladas, o patrimônio brasileiro sendo entregue, a Eletrobrás, o Pré-sal… Então, o eleitor pode não entender num determinado momento, mas eu acho que ele já está entendendo bastante, tanto é que o Lula preso já está em primeiro lugar nas pesquisas. Então não adianta você cair nessas ilusões de que as eleições com o golpe de estado vai efetivamente melhorar alguma coisa.” respondeu a companheira Albetiza, a Luta Contra o Golpe como único método efetivo de combater as diversas questões sociais do país, como segurança, saúde e educação. .

A entrevista na íntegra você vê aqui.