América do Sul
Em um encontro, o presidente argentino destacou que é preciso retomar a soberania sobre as Ilhas Malvinas e os espaços marítimos circundantes.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
placa-com-mensagem-sobre-as-ilhas-malvinas-perto-da-cidade-argentina-de-gualeguaychu-1922012-1330643491547_1920x1080
O nacionalismo argentino reivindica a devolução das Ilhas Malvinas, ocupadas pela Inglaterra. | Reprodução.

O presidente argentino, Alberto Fernandez (Partido Justicialista), organizou um encontro nesta sexta-feira (6) do Conselho Nacional para Assuntos Relativos às Ilhas Malvinas. O evento marca os duzentos anos da primeira vez que os argentinos chegaram às Malvinas, no ano de 1820.

Fernandez destacou que é necessário reafirmar os direitos de soberania da nação argentina sobre as Ilhas Malvinas, localizadas a 480 km do território continental sul-americano, em águas territoriais argentinas.

Os argentinos e ingleses guerrearam pela posse das ilhas no ano de 1982, que resultou na morte de 650 soldados argentinos e 255 ingleses. O episódio é conhecido como Guerra das Malvinas. Desde a derrota argentina, os britânicos permanecem ocupando as ilhas, inclusive com bases militares. A luta pela devolução das ilhas foi um elemento-chave da política exterior dos governos nacionalistas na Argentina.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas