Pandemia no Brasil
Paciente que não teve a identidade revelada foi preso a mais ou menos uma semana, já infectado. Há pelo menos 31 servidores penitenciários com a doença
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Cadeias superlotadas nas delegacias da Capital
Cadeia lotada | Foto: Arquivo

O sistema carcerário brasileiro mostra mais uma vez o caráter genocida que possui. Dessa vez, mesmo em meio a maior pandemia que já assolou o país, novas prisões continuam sendo feitas e colocando todas as pessoas que têm suas liberdades privadas em risco.

O primeiro caso de preso com coronavírus foi confirmado ontem, dia 25. O preso, que não teve sua identidade revelada, foi colocado na cadeia a menos de uma semana e já estava infectado quando entrou.

Pelo menos 31 servidores do sistema penitenciário já foram diagnosticados com a doença, enquanto esse é o primeiro caso de Alagoas dentre os presos, o que levanta a suspeita sobre se os presos estão sendo testados e se há alguma preocupação no sentido de testa-los.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas