Volta às aulas não!
A Aliança da Juventude Revolucionária

Por: Redação do Diário Causa Operária

A Aliança da Juventude Revolucionária (AJR) vem promovendo diversos atos regionais coordenados com o intuito de frear o avanço da política genocida do bolsonarismo e da direita. Tal direcionamento foi tomado pelo PCO e pela organização, tendo em vista que o que está em jogo agora é a própria vida dos estudantes, dos profissionais da educação e do movimento estudantil organizado. Por isso se mostra imperativa a união e organização de todos os militantes do Partido em prol desta causa para impedir, através de greves, a volta às aulas e a medida enganosa de ensino conhecida como EAD (Ensino à Distância), nos níveis escolar e universitário.

Tendo isto em mente, os militantes vêm se organizando através dos chamados Comitês de Luta Estudantis, que possuem o objetivo de juntar e planejar como os estudantes e jovens devem participar nesta luta. Existem, atualmente, comitês em quase todas as regiões do país: Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Estes, por si só, possuem reuniões semanais para discutir e pautar as próximas atividades e atos. Os comitês tem como principal foco serem um instrumento de luta dos estudantes, para que eles possam expressar suas opiniões e descontentamento através da luta prática. É necessário entender que somente através de uma grande campanha de agitação popular nos grandes centros estudantis será possível barrar o avanço da direita sobre o movimento estudantil.

Comitê de Luta Estudantil do Rio de Janeiro em ato contra a volta às aulas, ensino à distância e aumento da passagem de trem no Rio de Janeiro em fevereiro.

No Rio de Janeiro, o Comitê de Luta Estudantil do estado vem trabalhando e realizando diversos atos em prol das diretrizes citadas no começo do artigo. O Comitê possui pretensões de, futuramente, expandir-se para o Espírito Santo e Minas Gerais. Suas reuniões se dão toda sexta-feira às 19hrs e para participar basta entrar em contato pelo link https://instagram.com/lutaestudantilrj?igshid=18ym2fl4cuia9.

Ato Plenária realizado pelo Comitê de Luta Estudantil – DF pelo Fora Bolsonaro, no Espaço do Servidor, em agosto.

No Centro-Oeste e no Distrito Federal as atividades são coordenadas pelo companheiro Uriel através do Comitê de Luta Estudantil – DF, e atualmente existem outros comitês sendo formados no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Em termos de atividade, os militantes veem avançando muito na realização de greves contra o EAD, a volta às aulas e o Bolsonaro. Realizaram atos sólidos nos grandes institutos federais de Goiás e na UnB. Para participar das reuniões basta entrar em contato pelo link https://www.instagram.com/lutaestudantildf/?igshid=1wx3s335fslkt.

No Sul as atividades são coordenadas pelo companheiro Arthur, através dos Comitês de Luta Estudantil de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. As reuniões não possuem horários definidos até o momento, de forma que as mesmas serão publicadas oportunamente pelas páginas do partido. Para participar basta entrar em contato pelo número (48) 9 99495510 ou pelo link https://m.facebook.com/pages/category/Political-Organization/Comitê-de-Luta-SC-Florianópolis-106605430962826/.

Em São Paulo as atividades são coordenadas pelo companheiro Isaías, através do Comitê de Luta Estudantil do Estado de São Paulo. Os militantes já vêm fazendo um amplo trabalho de agitação e pretendem retomar logo as atividades de panfletagem e colagens nas universidades. O grupo costumava fazer esse trabalho na Crusp, o Conjunto Residencial da USP. Em termos de propaganda, o Comitê lança periodicamente o Boletim Vermelho, um boletim de notícias e direcionamentos políticos para os militantes e membros dos comitês. As reuniões acontecem aos sábados às 19:30 e para participar basta entrar em contato pelos links https://chat.whatsapp.com/Bed7g841pQE6MucEhtCS1A ou https://m.facebook.com/comitedelutaSP/.

Send this to a friend