Jovens torturados
Novamente jovens internados e funcionários denunciam agressões e até torturas à noite, pela ausência das visitas familiares.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Fundação Casa - Pirituba
Uma das unidades da Fundação Casa. Lugar de terror para os jovens desamparados. | Foto por: arquivo DCO.

Novas denúncias de agressões e até torturas surgem contra funcionários da Fundação Casa em São Paulo. Desta vez a denúncia vem da unidade na Vila Maria, segundo funcionários da própria instituição denunciam outros funcionários que cuidam da segurança estariam aproveitando a pandemia e ausência da presença das famílias para castigar e torturar os internos à noite.

As denúncias são desde agressões rápidas a seções de espancamentos por motivos banais, segundo os jovens “um me apontou que, na hora de contar, não podia cruzar as pernas e ele cruzou, por isso apanhou. Outro apanhou por ter fama de homossexual, o que vira motivo para agressão, e falou algo que não foi bem interpretado”.

A própria administração reconhece a existência dos casos e o aumento da violência, tendo em vista a interrupção das visitas, por conta da pandemia do coronavírus, que acontecem agora por meio virtual (em vídeo), porém, nada faz para impedir os crimes. A instituição é conhecida pelo seu histórico de violência contra os jovens que estão em situação de completa fragilidade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas